terça-feira, 9 de junho de 2015

Por uma vida que deve ser vivida hoje

this is a cute quote for this too... we can make bigger and better! although i don't hate this look, but just to better fit whatever colors you go with!

Ao analisar as últimas semanas parece que estou rebobinando uma fita da minha vida. Stress, alimentação sem controle, ansiedade, culpa, sentimentos negativos com relação à mim mesma, tentativas frustradas de endireitar as coisas, perda de autoconfiança, conversas, reflexões, realidade, esperança e atitude. Tudo nessa ordem. Foi esse mesmo processo que me fez iniciar o blog dois anos atrás e agora me faz escrever aqui de novo.

Ontem eu me matriculei novamente na academia perto de casa, convenci minha prima a me acompanhar pelos próximos seis meses e vamos juntas alcançar nossos objetivos de saúde. É ótimo ter alguém para me acompanhar, compartilhar a experiência maravilhosa que é ver seu corpo evoluindo e as atividades ficando mais intensas. Dá muito orgulho de si mesmo atravessar uma linha de chegada, completar um treino difícil ou simplesmente seguir um plano de treinos com dedicação e capricho.

Refleti muito nesta última semana sobre um assunto que li no Pensando Magro: não me privar de fazer coisas e me sentir feliz só porque uma meta ou plano X não foi alcançado ainda. Eu mereço ser feliz hoje. Parar de me cobrar tanto e ser mais agradecida por tudo que conquistei até agora. Tenho tantas coisas boas na minha vida e são elas que vão nutrir minha felicidade a longo prazo e não uma festa de casamento ou uma calça mais folgada. Quero muito essas coisas? Sim! Devo me deprimir e descontar em todos em volta a frustração de não conseguí-las? Definitivamente não.

Don't let how you think life should be get in the way of experiencing what's incredible about today.

Vou viver um dia por vez, priorizar as tarefas, estabelecer metas razoáveis a curto prazo e não ficar bitolada, analisando e reanalisando planilhas e listas cheias de regras e privações para que tudo ocorra perfeitamente. Até porque, por mais que eu planeje e faça tudo super certinho, a vida é cheia de acidentes e acontecimentos inesperados. Como posso falar que vou fazer uma coisa todos os meses por dois anos para alcançar um objetivo, se nem sei o que vai acontecer no meio do caminho ou se daqui a dois anos ainda vou querer aquela mesma coisa.

É difícil admitir que estive errada por tanto tempo, mas mais difícil ainda  é viver angustiada e pressionada. Se algo está muito sofrido, então ele não está certo. Que minhas ações a partir de agora sejam por uma mente e uma vida mais leve. Menos cobranças, expectativas e privações. Mais amor, atenção e capricho no que eu já possuo e sou.

terça-feira, 2 de junho de 2015

Ansiedade

Quote on anxiety: The best use of imagination is creativity. The worst use of imagination is anxiety. www.HealthyPlace.com

Ontem o dia foi muito bom, mesmo com vários altos e baixos. Eu consegui comer bem, resisti a mega vontade de comer pão com requeijão no final da tarde (com a ajuda do meu amigo que me incentivou a manter o foco!), cheguei em casa e fiz uma aula do programa Insanity e arrematei com uma sopinha de cenoura. Teve momentos do dia em que eu desanimei e os pensamentos de que eu vou falhar mais uma vez voltavam o tempo. Mas ao final do dia eu estava confiante e motivada!

Hoje eu vim no trem olhando um restaurante que pode ser o local ideal para meu mini wedding e então me deu um ataque de ansiedade imenso! Ainda estou ansiosa, como se eu tivesse que fechar um contrato com eles neste instante e já me livrar deste problema que está sendo decidir o que eu quero para o meu casamento.

Vamos respirar fundo, ter calma que tudo o que eu escolher vai ser perfeito e eu vou ficar satisfeita. Os lugares não vão fechar antes de eu escolher e eu não tenho data fixa no calendário para me limitar. Tudo vai dar certo!

Estou tomando um cházinho de chá verde e já comi uma porção de frutas agora de manhã. Tudo vai ficar bem!

segunda-feira, 1 de junho de 2015

Confissão 2

Follow my experience starting the Weight Watchers Personal Coaching program and see how I'm using Weight Watchers to discover a healthier me this year!

E quem é que disse que iria ser fácil aguentar a pressão? Desde o último post mil coisas aconteceram com relação ao meu peso/alimentação/vida fitness. Eu comecei uma academia nova (no meu trabalho), fiz a avaliação física que deu um resultado muito ruim, tentei me controlar na alimentação (mas sem nenhum guia ou acompanhamento), participei da Princess Magical Run deste ano e não completei nenhuma das minhas metas. Na verdade eu piorei (muito!), relaxei com a alimentação, parei completamente com os exercícios físicos e aumentei de peso e medidas.

Cheguei a conclusão de que eu me cobro demais e isto não está me fazendo bem. Mas também não fazer nada quanto ao meu peso me deixa pior ainda. As roupas começaram a apertar, algumas dobrinhas estão reaparecendo e eu sinto que não tenho mais controle algum sobre meu corpo e mente. Talvez as cobranças que estou fazendo em outros pontos da minha vida estejam influenciando mais meu comportamento do que a cobrança sobre o corpo. Sendo assim vou tentar relaxar e deixar a vida fluir um pouco, sem tentar controlar tudo e ver se isso me deixa menos ansiosa. A ansiedade me faz querer comer tudo que vejo! Mesmo sem fome eu quero mastigar sem parar! Isto não está certo.

Pensar que eu aprendi tanto, fiz tantas mudanças e conquistei tantas metas ao longo dos últimos dois anos e meio e parece que hoje eu desaprendi tudo! Me sinto uma tola, cheia de desculpinhas para não fazer exercícios ou fechar a boca. Claro que o cenário mudou, minha rotina é diferente e outras variáveis são válidas para justificar o porque a estratégia que usei dois anos atrás não se aplica de novo na minha vida hoje. Mas eu posso tentar algo diferente, pelo menos tentar!

Vou mudar minha postura e não esperar muito retorno, só para equilibrar realidade vs. expectativa. Não vou declarar nada do que vou fazer, nem dar prazo, nem metas, mas vou voltar a utilizar está página para desabafar sobre o assunto, assim como fazia tempos atrás.

domingo, 5 de outubro de 2014

#1 Dia - Wedding Chalenge

Fitsugar.com
Faz praticamente um ano desde minha última postagem aqui no blog e muitas coisas aconteceram na minha vida, foi um período muito estressante, pois tive que lidar com situações muito delicadas no trabalho e em casa e claro que esses acontecimentos se refletiram de forma negativa na minha rotina fitness.

Com toda atenção e energia voltadas para problemas específicos, a rotina de exercícios foi sendo abandonada aos poucos até parar completamente por volta de julho/agosto de 2014. Ao chegar em casa depois do trabalho parecia que não havia sobrado um pontinho sequer de energia para me fazer sair e encarar a academia. Teve dias que me troquei, fui até o portão e voltei. Já não era mais minha prioridade. Teve mais um elemento, a segurança, que me fez pensar 10 vezes antes de sair de casa, já no escuro, para encarar as ruas até a academia. Depois de um assalto eu já não me sinto tão confortável sozinha a noite.

Mas como fazer para continuar uma rotina de exercícios sem que meu mundo, minha cabeça, tenha que girar em volta do assunto? Na realidade se exercitar deveria ser um elemento natural na minha vida, assim como tomar banho e navegar no Pinterest (hahahaha). Voltei a pensar com mais calma no assunto hoje e resolvi ir direto aos fatos:
  • Atualmente estou com 65 kg, não houve muita variação de peso entre o começo do ano e agora, mesmo com a rotina meio maluca. Me pesei quase todas as semanas para não perder a noção do que anda acontecendo com o meu corpo e a pouca variação é um bom sinal, mostra que eu aprendi alguma coisa de verdade sobre meus hábitos alimentares durante o ano passado. ;)
  • Apesar de estar bastante contente com o corpo que conquistei, ainda não estou feliz com o resultado do meu IMC e com minha imagem em fotos. Quero chegar a um peso que me tire da categoria de "sobrepeso" e que me deixe confortável com a auto imagem que tenho. O sonho é poder chegar ao peso que tinha quando entrei na faculdade: 58 kg.
  • Estamos em Out/2014 e pretendo me casar em Abr/2016. Toda noiva quer casar na melhor forma possível e eu não posso deixar para melhorar nos últimos meses, vou enlouquecer! O processo tem que ser lento e eficiente e para isto tenho que começar já!!!
Pensando que tenho um objetivo claro no que se refere a tempo (meu casamento em 2016) e peso (58 kg), vou tentar sublimar toda confusão que criei na minha cabeça neste último ano e começar do ZERO. Hoje é o dia 1 de novo e tenho 7 quilos para perder pela frente! (Adoro começar nos domingos!)

Plano de ação básico: Me rematricular na academia esta semana, fazer a avaliação física e montar um novo treino (3-4 vezes por semana). Maneirar nos doces (somente finais de semana), evitar lanchinhos não planejados e não repetir os pratos!!! rs

Pelo menos vou ter muitas coisas para desviar minha atenção da comida, como os projetos no trabalho, os planos para o casamento, a viagem de lua de mel, a montagem da casa nova e os treinos!!! Espero encontrar um equilíbrio entre tantas coisas acontecendo ao mesmo tempo! Sem contar a dieta financeira que vou ter que fazer para lidar com todos os eventos em 2016. Vai ser um grande desafio que, quando terminar, vai inaugurar uma nova fase da minha vida e eu espero estar o mais bem preparada que eu puder! Mas sem pressão, claro! hahahaha o.O

terça-feira, 12 de novembro de 2013

Começando do começo

Coma certo. Trabalhe duro. Se sinta bem!
Estamos quase na metade do mês de novembro e desde que eu comecei minha jornada aqui no blog, em fevereiro, contabilizei pelo menos 10 quilos de massa gorda a menos e 2 quilos de massa magra a mais neste corpo que escreve. Estou muito contente, pois ao que tudo indica, vou fechar o ano com o físico bem melhor do que comecei.

Como mostrei no último post, eu cheguei bem perto do meu peso ideal e no que diz respeito à minha saúde, está tudo em perfeito estado. Mas a saga não acaba aqui, pois cheguei à conclusão de que agora é que começa a parte mais complicada: manter os hábitos de alimentação regrada e atividade física regular para não perder tudo o que já conquistei. Essa é a parte mais borring, mas como eu ainda quero melhorar meu físico para sair da zona de risco do sobrepeso e ficar com o corpo mais definido, então ainda tenho vários challenges para superar. Resolvi começar tudo do começo.

Sua zona de conforto - Onde a mágica acontece
Não vou mentir, nas últimas semanas eu percebi alguns velhos hábitos alimentares voltando aos poucos e a preguiça e a zona de conforto tomando conta. O resultado é de que a balança não mente e eu regredi um pouco. O suficiente para cair na real de que não dá para relaxar. Mesmo que eu não me controle para perder, preciso ao menos me controlar o suficiente para não ganhar. E a grande sabotadora é a maldita junk food, que nenhum ser humano na face da Terra precisa para sobreviver bem e feliz. Por que insisto em colocar tudo a perder por essas bombas de açúcar e gordura? Por esse prazer instantâneo que se esvai assim que o último pedaço é engolido? A segunda maior sabotadora é a quantidade de comida das refeições, afinal preciso comer até ficar cheia? E a terceira é a preguiça que me impede de preparar um lanche mais saudável, de ir correr ou ir à academia, de passear no parque para andar de bike nos finais de semana ao invés de ir ao shopping com suas guloseimas ou de me planejar para ir ao mercado comprar os lanches saudáveis para levar para o trabalho.

Sucesso é a soma de pequenos esforços, repetidos diariamente
Por isso vou começar tudo de novo, isso significa recuperar a determinação daquele dia em que comecei a escrever neste blog, me ensinar de novo a ter disciplina e a cultivar os hábitos saudáveis e me conscientizar mais uma vez de que tem hora certa para chutar o balde. Eu sei como me alimentar direito, tenho um treino físico novinho para por em prática e o apoio de todos ao meu redor. Não há motivos para parar agora.

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Reta final para perder


Enfim cheguei na etapa final da minha saga para perder peso! Fiquei muito tempo sem postar, sendo que esses foram os tempos mais difíceis de manter a rotina. Eu sai dela várias vezes e eu acredito que é melhor dar um tempo às vezes do que se pressionar ao máximo e correr o risco de desistir de vez. Todos os breaks foram conscientes e eu sabia que teria que ralar mais para frente para "recuperar"o atraso.

Entre um break e outro eu peguei muito pesado na academia. Mas foi tanto que acabei exagerando e ganhei uma dor absurda na coxa direita. Fui ao ortopedista e ele disse que eu só passei dos limites e que logo a dor iria diminuir, assim que o acúmulo ácido láctico fosse eliminado. Levou mais de uma semana para eu melhorar 100% e acabei não indo para a academia neste período. Vou rever meus treinos certinho esta semana e tomar cuidado para não me machucar mais, afinal eu me exercito para ficar saudável e não o contrário...

Fiz também minha terceira avaliação física na academia e os resultados me surpreenderam muito! Eu estou muito, mas muito perto mesmo do meu peso ideal! Postei abaixo os resultados das três avaliações para comparação (Clique para ver maior):

Fevereiro/2013


Junho/2013

Setembro/2013

Até o final do ano eu pretendo ficar em dia com meu peso e gordura corporal e depois só focar em manter e condicionar o físico. Vai ser o melhor verão EVER!

Participei de duas corridas também! A Magic Disney Run (a que eu mais desejava) de 10K, que completei em 01:12:02 e a Fila Night Race de 5K em 00:33:39. As duas corridas foram incríveis, sendo a segunda mais especial, já que toda galera da academia foi também! Estou animadíssima para as próximas provas e também para melhorar meu tempo! Já estou inscrita na corrida do McDonald's 5K para mulheres e pretendo me inscrever em pelo menos mais uma até o final do ano.

Eu prometo que assim que atingir meu objetivo maior eu posto uma foto do antes e depois! hahaha
Mas antes tenho outra coisa para compartilhar com vocês, no próximo post...

segunda-feira, 29 de julho de 2013

#171 Dia


Ao contrário do que pode parecer, quanto mais quilos vão embora, menor é o incentivo para eu continuar a rotina dieta/treinos. Me olho no espelho, acho que estou muito bem e começo a relaxar, mesmo não estando 100%. No começo faltar na academia era caso de vida ou morte, comer 100 calorias a mais parecia fazer uma grande diferença, mas agora já não existe aquela ansiedade de ver resultados rápidos. Eu acho bom levar as coisas de uma forma mais tranquila, mas de forma alguma pretendo abandonar hábitos que foram tão difíceis de iniciar. Preciso continuar focada! Afinal mesmo após chegar no meu ideal, terei que manter a boa forma e isso vai continuar exigindo disciplina.

Dando continuidade aos planos que fiz no post anterior, refiz minha rotina de alimentação e ficou assim:


  • Café da manhã: fruta e/ou iogurte (levo de casa)
  • Almoço: arroz integral, feijão, legumes variados, carne grelhada, folhas verdes (todo santo dia! Tem um refeitório no meu trabalho)
  • Lanche 1: fruta (oferecida como sobremesa no almoço que guardo para tarde)
  • Lanche 2 (pré treino): Biscoitos Club Social (mas gostaria de uma opção melhor e fácil de carregar - também levo de casa)
  • Jantar (pós-treino): alguma carne e um pouquinho do que tiver preparado em casa


Não estou satisfeita com esse cardápio (principalmente com o que como antes e depois do treino), mas acho que ele funciona. Eu poderia até incrementar com um lanche entre o café e o almoço, mas eu almoço muito cedo. Meu jantar deveria ser pré-determinado, mas acho um desperdício não aproveitar nadinha dos jantares ótimos que tem todos os dias em casa. E eles não atrapalharam em nada meus resultados, pois como com moderação.

Ter que ficar levando comida de casa para o trabalho é muito chato, pois tenho que comprar e carregar, mas é isso ou fico sem comer nada além do almoço e jantar! Ai não rola, né? Saco vazio não para em pé, que dirá corre e faz musculação.

Eu PRECISO treinar corrida pelo menos 4x por semana! É o grande objetivo!

Eu comprei uma balança pelo Mercado Livre, ela é muito linda, de vidro temperado, e agora eu posso me pesar todas as terças logo que acordo. Estou anotando os números em uma planilha e no momento meu peso nesta balança é 66,7 kg. Unhul! \o/

Eu nem acredito que de 77,9 kg cai para 66,7 kg, são 11,2 kg de diferença! Tá certo que esses números foram tirados de balanças diferentes, mas a diferença não deve ser muito abissal. Na real o que vai me dizer mais uma vez o quanto melhorei vai ser a avaliação física da academia. Eu esqueci de postar o resultado da primeira comparado com a segunda, mas no próximo post colocarei. Daqui a três meses farei uma nova e pretendo já estar bem próximo do meu ideal.

quarta-feira, 3 de julho de 2013

#145 Dia


Fazem três semanas que estou de férias, aproveitei bastante para descansar e esquecer do mundo lá fora. Esqueci tanto que não fui mais à academia. Também não cuidei da minha alimentação. Relaxei total, mesmo sabendo que isso iria me fazer estacionar e talvez até arruinar o que já conquistei. Mas resolvi arriscar e já está na hora de voltar aos bons hábitos. Preciso voltar a monitorar meu peso, mas não tenho mais acesso à balança que me pesava antes, então vou ter que arrumar uma nova para usar semanalmente. Estou pensando em comprar uma, será que é caro? Hoje passei por uma consulta médica e meu peso de acordo com a balança da clínica é 68,5 kg. Não sei quanto este valor destoa da balança que estava acostumada a usar, mas pelo menos me mantive abaixo dos 70 mesmo depois de ralaxar bastante ultimamente!

Estou para começar a trabalhar em uma nova empresa e será tanto um desafio profissional, quanto um desafio para minha rotina de alimentação e exercícios. Não sei como serão exatamente meus novos horários, quanto eles vão afetar minha rotina na academia, se vou ter que trocar de academia, que alimentos estarão  disponíveis durante meu dia, se vou ter que fazer marmitinhas e lanchinhos para levar ao trabalho, enfim, será como voltar a estaca zero, pois terei que refazer toda a estratégia e analisar muito bem o que se adaptará melhor nesta nova etapa.

O plano é o seguinte:

  • Na primeira semana vou marcar quais serão meus novos horários para acordar, dormir, fazer as refeições e lanches e me exercitar;
  • Também vou pesquisar quais são as opções de alimentos que terei no trabalho para tomar café, almoçar e fazer pequenos lanches. Se não forem bons, vou ter que planejar e preparar algo em casa para levar todos os dias; 
  • Vou continuar na academia que estou e ver se a localização dela vai combinar com os novos horários que estarão disponíveis, senão me matricularei em uma nova.

Com essas informações poderei definir certinho como será minha rotina e seguí-la certinho. Creio que o planejamento e a rotina são o segredo para ficar em forma. Não adianta ter força de vontade se você não sabe como agir, tudo fica mais fácil quando você sabe exatamente o que fazer frente a uma situação desfavorável.

terça-feira, 11 de junho de 2013

Inspiração: Verão, praia... ai, ai

Eu já estou sonhando com o verão de 2014, com a praia, a brisa quente, bebidas geladas e roupas frescas. Pense neste post como um incentivo para começar um Projeto Verão 2014, temos seis meses até lá, dá tempo de sobra de ficar em forma e desfilar quase sem roupa por ai...hahaha.












Fonte das imagens: Pinterest - Beach Life

Bolinho de Arroz Integral no Facebook!

Agora o blog tem uma página no Facebook, assim fica mais fácil para quem acompanha o blog de ver as atualizações e eu também poderei postar mais conteúdo lá! Clique AQUI para acessar a página!